Promovendo Saúde

Saúde Ocular

Imagem com pequenas letras na frente de um olho.

SAÚDE OCULAR

Dois em cada três casos de cegueira poderiam ser evitados se tivessem sido descobertos no início da doença. Porém, a maioria das pessoas ainda não tem o hábito de realizar exames preventivos para os olhos.

Confira a seguir algumas doenças que afetam os olhos, porque devemos fazer diagnósticos precoces e quais os tratamentos adequados para evitar complicações que podem causar danos definitivos à visão.

DESCOLAMENTO DA RETINA

O que é retina?
É uma fina camada de células nervosas que reveste a parte interna do olho, sendo responsável pela formação da imagem.

Quando e como se manifesta a doença?
? Geralmente em torno dos 40 anos (podendo também afetar os mais jovens), com história familiar de descolamento, diabetes e miopia;
? Trauma ocular (soco, bolada, pancada nos olhos).

Dicas
Fique atento para sintomas como clarões e/ou diminuição da visão.

DEGENERAÇÃO MACULAR

O que é?
É uma lesão ou esgotamento/envelhecimento da área central da retina, a mácula, que é uma pequena área no fundo do olho que permite enxergar claramente pequenos detalhes. A doença atinge ambos os olhos.

Fatores de risco
? Predisposição genética;
? Exposição à luz solar, principalmente pessoas de pele e olhos claros;
? Fumantes;
? Diabéticos.

Sintomas
? Embaçamento da visão, distorção de imagens, afetando tanto a visão de longe como de perto;
? É a causa mais comum de cegueira após os 50 anos, afetando mais as mulheres.

Dicas
Não fumar, controlar a pressão e ter alimentação balanceada. Caso apresente os sintomas ou tenha alguém na família com a doença, procure um oftalmologista.

RETINOPATIA DIABÉTICA

O que é?
É uma complicação do diabetes, devido a degeneração dos vasos sangüíneos que alimentam a retina, podendo comprometer a visão.

Características do diabetes
? Sede, fome e urina excessivas e elevados níveis de açúcar no sangue;
? Alterações dos vasos dos rins, cérebro, extremidades do corpo e dos olhos, que  podem causar glaucoma, catarata e retinopatia diabética.

Dica
Todo diabético deve realizar consulta com oftalmologista uma vez ao ano para avaliar a retina.

GLAUCOMA

O que é?
É o aumento da pressão dentro do olho (intra-ocular) podendo levar à cegueira se não tratado, não havendo relação com hipertensão arterial sistêmica.

Tipos de glaucoma

Ângulo Aberto
? Afeta ambos os olhos, não causando sintomas inicialmente;
? Idade superior a 40 anos;
? Responsável por 20% das cegueiras, ocorre em 1/200 pessoas.

Ângulo Estreito
? Ocorre com mais freqüência nas mulheres com idade superior a 40 anos;
? Ocasiona dor forte e perda súbita da visão, requerendo tratamento de  urgência.

Dicas
Consulte o oftalmologista uma vez ao ano, se possuir mais de 40 anos e em caso de predisposição genética.

ALERGIA OCULAR

Geralmente associada a doenças como rinite, asma, alergia de pele, porém também pode ser isolada.

Agente causador
Sensibilidade a ácaro, mofo, pólen e alguns medicamentos.

Sintomas
Olhos vermelhos, lacrimejamento, coceira, ardência, fotofobia (sensibilidade à luz).

Dicas
É necessário manter a limpeza da casa em dia, eliminando o pó de tapetes, cortinas e móveis. Deve-se abolir o cigarro e evitar animais de pêlos e aves dentro de casa.

OUTROS CUIDADOS COM OS OLHOS

Computador – Não prejudica a visão, mas o uso prolongado leva ao cansaço dos olhos trazendo prejuízo à visão, portanto devemos ter alguns cuidados:
? A cada hora faça uma pausa de 10 minutos;
? Não esqueça de piscar para lubrificar os olhos;
? Mantenha o monitor afastado 50 cm de você, pois a proximidade pode provocar olhos vermelhos, ardência, dor de cabeça e sensação de peso nas pálpebras.

Acidentes envolvendo os olhos – Em caso de algum acidente, ainda que sem gravidade, deve-se tomar cuidados para que danos mais sérios não ocorram.

Acidentes com crianças – Fazer curativo com gaze e esparadrapo para não deixá-la piscar, evitando o aumento da lesão.

Cisco no olho ou uso de medicamento errado (por engano) – É muito freqüente confundir colírio com descongestionante nasal. Nestes casos deve-se lavar os olhos com soro fisiológico ou água corrente em abundância e tampá-los até a visita ao oftalmologista.

Lentes de contato – Se a lente sumiu ou dobrou no olho, fique tranqüilo, levante a pálpebra e procure-a, geralmente está na pálpebra superior. Peça a uma pessoa para puxar com cuidado para baixo com cotonete. Tenha calma, ela não irá para trás do olho.

Perfuração por caco de vidro, acidente automobilístico, unha – fechar o olho suavemente, sem comprimir.

Em todos esses casos procure imediatamente um oftalmologista.

PESSOAS COM SENSIBILIDADE À LUZ DEVEM USAR ÓCULOS ESCUROS TODA VEZ QUE SE EXPUSEREM À CLARIDADE. LEMBRE-SE QUE OS ÓCULOS DEVEM POSSUIR UMA CAMADA PROTETORA CONTRA RAIOS ULTRAVIOLETAS.