Promovendo Saúde

Dicas de amamentação e cuidados com o bebê

DICAS DE AMAMENTAÇÃO E CUIDADOS COM O BEBÊ

Durante nove meses as mulheres se preparam para a chegada de um bebê. São roupinhas, berço, a escolha da maternidade e do nome. Parece que tudo está em ordem à espera do grande dia.
Quando a criança nasce, porém, é sempre uma confusão em casa, especialmente se os pais são marinheiros de primeira viagem. Horários das mamadas e do sono, o choro, as visitas, a ocasião adequada para um passeio, os banhos de sol, tudo é motivo de dúvidas e preocupações. Será que meu filho dorme demais? Está com fome? Chora de cólica ou porque quer companhia? São tantas as perguntas e tão pouca a experiência quando se trata especialmente do primeiro filho.
Cuidar de um bebê não é um bicho-de-sete-cabeças. Há uma telepatia indiscutível entre mãe e filho que a faz entender seu choro e necessidades.

Agora conheça algumas orientações sobre os cuidados com os bebês: alimentação, higiene, curativos do cordão umbilical e muitos outros.

ALEITAMENTO MATERNO

Desde o início da gestação, as mamas já estão sendo preparadas para produzir leite. Porém, será o estímulo de sucção do bebê, na região aréolo-mamilar, onde existem terminações nervosas levando informações a uma glândula situada no cérebro chamado de hipotálamo, informando que há um bebê mamando e se faz necessária a produção e liberação de leite para aquela mamada. Então sob o comando do hipotálamo, os hormônios da lactação (prolactina e ocitocina) são liberados.
A prolactina é responsável pela produção de leite e a ocitocina é responsável pelo reflexo da ejeção, ou seja, a saída do leite do peito para o bebê. A ocitocina promove a contração do útero, por isso é recomendado que o bebê sugue o mais precocemente possível, evitando os sangramentos da mãe. É comum nos primeiros dias a mãe sentir cólicas durante as mamadas, devido a ação deste hormônio no útero. Mais da metade do volume de leite ingerido pelo bebê, em cada mamada é produzido na hora em que ele começa a sugar. Quanto mais o bebê sugar, mais leite será produzido pela mama.

O colostro é o primeiro leite produzido pela mama, permanecendo até o 4° dia após o parto. É um líquido viscoso e
opaco que contém grande quantidade de anticorpos, fundamental para a defesa contra infecção. O colostro é laxativo, ajudando o bebê a eliminar as primeiras fezes chamadas de "mecônio" e, assim, reduzindo a possibilidade do surgimento da icterícia fisiológica do recém-nascido.

COMO AMAMENTAR

Para iniciar, escolha um local bem tranqüilo, longe de muitas visitas. Reserve este momento para você e seu bebê, se desligando de tudo. De preferência, sente-se em uma cadeira ou poltrona com braços de apoio; mas antes não esqueça de lavar bem as mãos. As mamas devem ser limpas durante o banho, só com água. É recomendável, antes e depois da mamada, passar o seu próprio leite nos mamilos. O bebê deverá abocanhar não só o bico, mas também a maior parte da aréola. Para faciliar, você pode estimular o reflexo de sucção, segurando a mama com a mão em forma de C e roçando o bico no lábio inferior do bebê. A duração das mamadas é de, no mínimo 30 minutos. Alternando o lado da mama de 15 a 20 minutos ou até ter a sensação de esvaziamento, faz com que o estímulo da sucção esteja presente nos dois seios em todas as mamadas. O intervalo do próximo horário da mamada deverá ser de no máximo 3 horas.
Diversas posições podem ser utilizadas durante a amamentação. A mãe deve sentir-se confortável e o corpo do bebê deve estar de frente para o corpo da mãe (barriga com barriga). São elas: posição sentada (tradicional), posição deitada, posição "de cavalinho" e posição invertida.

O CORDÃO UMBILICAL

O cordão umbilical, que antes garantia a alimentação do bebê no útero, agora é um coto e a medida que seca fica marrom, murcha e endurece. Em duas ou três semanas cai.
Sempre que for trocar a fralda do bebê observe a área da base do cordão mais próxima ao umbigo. Delicadamente, seque muito bem essa região para tirar qualquer resíduo acumulado. Não se preocupe, você não vai machucar o bebê pois não há nenhuma terminação nervosa. O coto deve ficar arejado, isso ajudará a cicatrizar e secar mais rápido.
Deixe o coto umbilical cair sozinho. Antes, o coto era limpo com álcool. Mas há indicações de que a secagem natural faz o coto cair mais naturalmente. Não cubra a área do umbigo com moedas, bandagens ou faixas para mudar o que naturalmente é de seu bebê, isso não funciona e pode causar problemas.

HIGIENE

Atualmente, na maior parte das maternidades, o primeiro banho é dado logo após o nascimento do bebê. Em casa não é preciso esperar a queda do coto umbilical. Quando for dar banho, a mãe deve deixar a mão uma toalha felpuda, uma fralda de pano que cubra parcialmente a toalha, pois absorve mais rapidamente a água do corpo e um sabonete.
A criança deve ser lavada normalmente com água limpa, não esquecendo da cabeça e tronco. A mãe deve enxugar bem os ouvidos do bebê, mas com cuidado para não penetrar no canal auditivo. Não se deve introduzir nada para secar os ouvidos.
Depois vem a limpeza da boca. Recomenda-se que seja feita com água bicarbonatada que pode ser preparada em casa, basta adicionar a meio copo de água uma colher de bicarbonato de sódio usado na cozinha, que deverá ser passado com a ponta de um cotonete ou um chumaço de algodão cobrindo o dedo para evitar o crescimento de fungos.

Para que haja um equilíbrio. Cada indivíduo tem uma necessidade específica, logo, antes de iniciar seu Plano Alimentar, consulte um profissional da área.